Diretor da CGTEE vence ação contra KFW

O fundamento da decisão foi a utilização, pelo Banco, sem maiores cautelas, de documento com assinatura falsificada do diretor da CGTEE.

O não pagamento do falso financiamento no valor de quatro milhões de euros, levou à execução contra a CGTEE e à veiculação do nome do diretor, como responsável por uma operação francamente ilegal. Na oportunidade, como houve prisões de pessoas envolvidas com a falsificação, o diretor da Estatal chegou a ser relacionado, por engano, entre os detidos.

Voltar