CGTEE doa galpão para reciclagem em Jaguarão

  Para Sereno Chaise é um grande orgulho poder realizar esse investimento em uma causa muito nobre, desenvolvido por pessoas que lidam com a reciclagem. “Considero muito importante esse trabalho em que transformam o que é ruim para o meio ambiente em coisas boas”, comentou o presidente da Companhia afirmando ainda que irá retornar a Jaguarão para conhecer as instalações do Galpão.

O prefeito em exercício, Antônio Carlos, reiterou as palavras de Chaise e destacou que essa transformação positiva para o meio ambiente proporciona trabalho e renda para várias famílias.

Segundo o diretor presidente da Cooadesps, André Mattos, esse investimento  “é muito importante para o reconhecimento do trabalho que desenvolvido, uma grande conquista, que se consolidará como a primeira indústria da cidade”, destaca. Ainda conforme André  só pelo polo de Jaguarão serão atendidos 24 municípios, processando em média 400 toneladas/mês de material envolvendo cerca de 1000 catadores na região.

A doação faz parte ao cumprimento do Termo de Ajuste de Conduta TAC/2841/2012, firmado com o Ministério Público do Trabalho.

Saiba mais sobre a Cadeia Solidária Binacional do PET: Essa cadeia é formada por empreendimentos da economia solidária, desde a coleta da garrafa PET, da transformação em flake, fibra, fio, tecido, até a confecção e o artesanato. O galpão em Jaguarão  receberá o pet das cidades da região, transformando esse material em flake, o qual depois será enviado a cidade de San José, no Uruguai para ser transformado em fibra sintética. Após essa fase, em Minas Gerais, a fibra é transformada em tecido, o qual chega para várias associações de costureiras do Rio Grande do Sul e também para outros locais de economia solidária.



Voltar